Internet das coisas, big data, computação cognitiva… Você já ouviu falar em algum desses termos? Todos eles fazem parte da indústria 4.0 – que, apesar do nome, tem revolucionado inúmeros setores, de grandes a pequenas empresas, ajudando na automação dos processos e melhorando a produtividade e o controle dos gestores sobre todas as etapas das suas empresas.

Você ainda acredita que não precisa se preocupar sobre esses termos e que esses avanços não são significativos para o seu setor? Cuidado, pois neste exato momento você pode estar perdendo dinheiro e competitividade, justamente porque os seus concorrentes já estão trabalhando com soluções integradas e otimizando todos os seus processos internos, com ganhos expressivos.

Se você ainda não está convencido, continue a leitura e descubra porque você deveria começar a pensar e entender a indústria 4.0!

Afinal, o que é a indústria 4.0?

Se você nunca ouviu falar sobre a indústria 4.0, não precisa se desesperar. O termo é relativamente novo, mas as tecnologias e inovações trazidas por ela já podem ser notadas em vários setores.

Também conhecida como a quarta revolução industrial, ela surgiu na Alemanha, em 2011 e desde então tem se espalhado por todo mundo. A indústria 4.0 une máquinas inteligentes, análise computacional avançada e trabalho colaborativo entre pessoas conectadas proporcionando eficiência operacional para diversos ramos da indústria, como manufatura, saúde, energia, entre outros.

Ainda está difícil de entender? Pense que, através de todas essas tecnologias, é possível que uma indústria trabalhe totalmente descentralizada, com o uso de dispositivos inteligentes interconectados que permitem uma comunicação rápida e eficiente tanto entre as máquinas, como entre os funcionários e os setores.

Um dos grandes aliados em toda essa revolução é a famosa internet das coisas (IoT), que permite criar ambientes de manufatura flexíveis e autoajustáveis, que vem ao encontro das necessidades atuais dos consumidores de produtos e experiências cada vez mais customizadas e específicas.

Mas como a indústria 4.0 pode impactar a minha empresa?

Depois de ler a explicação acima você pode estar se questionando, afinal, porque você deveria se preocupar com a indústria 4.0, certo? E eu lhe respondo: para lucrar mais e ser mais eficiente.

As empresas que adotam soluções relacionadas à quarta revolução têm modificado a maneira como elas produzem, com níveis de eficiência e de produtividade nunca antes alcançados, reduzindo seus custos operacionais, aumentando a margem de lucro e oferecendo um produto ou serviço ao consumidor final com muito mais qualidade.

Vantagens interessantes, não é mesmo?

Pois saiba que os preceitos e as tecnologias da indústria 4.0 podem ser usados em qualquer negócio e área. Dentro do setor de impressões e de gestão do conteúdo corporativo, por exemplo, a internet das coisas já é uma realidade que tem auxiliado inúmeros empresários.

Pense, por exemplo, em uma empresa de logística, com diversos setores para serem administrados e uma quantidade enorme de informações que são extremamente importantes para a sobrevivência do negócio.

Sem tecnologia, todos os processos internos e a comunicação entre os setores podem ser lentos e falhos, levando a problemas conhecidos por quem é do setor, como entregas fora do prazo, produtos entregues errados, entre outras situações que acabam prejudicando (e muito) a imagem da marca perante o consumidor final.

Com um sistema integrado de gerenciamento do conteúdo empresarial, ou até de workflow, todos esses problemas são sanados. Isso significa, por exemplo, que um setor consegue ter acesso rapidamente às informações do outro, dando continuidade ao processo, sem perda de nenhum dado importante.

Até mesmo os funcionários de campo conseguem, através de um smartphone, fazer a leitura do RFID presente em cada item dos produtos a serem entregues, confirmando com a nota fiscal ou com os demais setores as informações importantes relativas à entrega da mercadoria.

Outro exemplo são os vendedores que trabalham colhendo pedido in loco nas lojas. Com sistemas automatizados eles podem, por exemplo, lançarem os pedidos e, automaticamente, já emitirem e imprimirem a nota fiscal direto na sede de empresa, agilizando e otimizando os processos e reduzindo as chances de falhas.

Essa comunicação rápida, precisa e assertiva é extremamente importante atualmente, sendo capaz de evitar erros e de aumentar a eficiência e a produtividade de qualquer empresa.

Mas, não é só. Através dos sistemas mobile, é possível, por exemplo, enviar qualquer documento a uma impressora, digitalizar informações e ter acesso a dados cruciais que estão sempre seguros na nuvem.

Isso significa que, se um empresário precisa se deslocar do seu escritório físico, as informações não ficam restritas a este ambiente. Com um smartphone ou tablet, ele pode continuar gerenciando o seu negócio a distância, além de se comunicar com outros membros do time que podem estar em qualquer parte do mundo, tudo em tempo real e sem perdas de dados essenciais.

Quais as vantagens de começar a contar com soluções 4.0 na minha empresa?

Agora que você já está compreendendo um pouco mais a extensão dessa revolução, talvez seja mais fácil pensar nas inúmeras possibilidades que ela pode trazer ao seu negócio, não é mesmo? Veja algumas:

Maior eficiência e produtividade

Quando cada setor da sua empresa é pensado como um elemento isolado, a eficiência e a produtividade acabam se perdendo em um verdadeiro mar de burocracias. Mas, com essas novas tecnologias, toda a burocracia é praticamente reduzida a zero, dando maior eficiência aos processos e melhorando a comunicação entre os setores.

Além disso, o gestor consegue ter acesso a dados precisos sobre cada área do seu negócio, sabendo quanto tempo está levando cada atividade, a quantidade de recursos que está sendo usada, entre outros, ajudando a entender melhor a sua realidade e a modificar processos internos que não trazem retorno.

Redução de custos

Quem não deseja produzir mais, gastando menos? Com maior controle, isso é possível. Se o seu parque de impressões, por exemplo, significa custos adicionais todos os meses, com essas soluções você consegue entender quais são os setores que mais imprimem – e pensar em soluções que reduzam esse consumo, como impressoras otimizadas, soluções digitalizadas, sistemas de bilhetagem que coíbem o desperdício, entre outros.

Tomada de decisões mais assertivas

Tomar decisões é a base do dia a dia de qualquer gestor, mas trabalhar com “achismos” é um problema muito grave e que pode colocar em risco o futuro da sua empresa. Quanto mais dados você tiver sobre os seus procedimentos, mais fácil será entender a realidade do seu negócio e tomar decisões realmente assertivas.

Mais inovação

Inovar é vital para qualquer negócio – e uma premissa da nossa sociedade atual. Mas, nem sempre é fácil ter uma gestão que favoreça as mudanças e as ideias criativas, não é mesmo?

Com acesso rápido a informações vitais e precisas e maior transparência nos seus processos, todos os seus funcionários se sentirão motivados a participarem com ideias e soluções que realmente transformem o seu modo de fazer.

Mobilidade

A descentralização é uma das palavras mais usadas atualmente. Isso significa que uma empresa pode ter sede em São Paulo, mas trabalhar com equipes remotas em quase todos os estados do país (e até do mundo), fazendo negócios globais.

Mas, sem soluções tecnológicas que comportem essa nova realidade, fica difícil administrar e gerir essa empresa, não é? A indústria 4.0 tem por base justamente a possibilidade de mobilidade, com dados em nuvem e sistemas embarcados.

Como você pode notar, a indústria 4.0 já é uma realidade e capaz de transformar as operações de grandes e pequenos negócios – de todos os setores e segmentos, tornando essas empresas muito mais competitivas e preparadas para as novas exigências da sociedade e dos consumidores. O que você acha dessa revolução? Participe dessa discussão deixando um comentário!


Acompanhe a KM nas redes sociais